Tratamento Farmacológico da Dependência do Álcool The pharmacologic treatment of the alcohol dependence

Sexta, 27 Dezembro 2013 15:19

Acesse: Farmacoterapia.pdf 

Tratamento Farmacológico da Dependência do Álcool
The pharmacologic treatment of the alcohol dependence

Dr. Luís AndréCastro
Dr. Danilo Antonio Baltieri

O uso inadequado de bebidas alcoólicas representa um sério problema de saúde pública em todo o mundo, o que tem fomentado inúmeras investigações buscando uma melhor compreensão dos problemas relacionados ao consumo de etanol e das suas formas de tratamento. Sabendo-se que cerca da metade dos pacientes com Síndrome de Dependência de Álcool recaem após curto período de desintoxicação e que estudos em neurociências estão implicando novos sistemas de neurotransmissores, tais como os envolvidos com estruturas mesocorticolímbicas, na sua fisiopatologia, o desenvolvimento de novos modelos farmacológicos de tratamento tem-se tornado área de interesse crescente em todo o mundo.
B. Intervenções Farmacológicas.
Durante vários anos, as intervenções farmacológicas (IF) ficaram restritas ao tratamento da síndrome de abstinência do álcool (SAA) e ao uso de drogas aversivas. Nos últimos 10 anos, o naltrexone e o acamprosato foram propostos para o tratamento da Síndrome de Dependência do Álcool como importantes intervenções adjuvantes ao tratamento psicossocial. Mais recentemente, o ondansetrom e o topiramato, têm surgido como promissoras estratégias terapêuticas, estando em fase de aprovação1,2. Esta revisão de literatura abordará as IF atualmente disponíveis no tratamento da dependência de álcool, focalizando-se sobre temas de relevância clínica para os profissionais que atuam na assistência desses pacientes.

Ler 1584 vezes