Laranjeira e Tófoli têm opiniões contrárias quanto à internação involuntária e à existência de uma epidemia no Brasil

Sexta, 17 Maio 2019 11:40
Ronaldo Laranjeira (à esquerda) e Luís Fernando Tófoli. Foto: Montagem sobre fotos de Marcelo Camargo / ABr; e Pedro França / Agência Senado Ronaldo Laranjeira (à esquerda) e Luís Fernando Tófoli. Foto: Montagem sobre fotos de Marcelo Camargo / ABr; e Pedro França / Agência Senado

Psiquiatras têm opiniões contrárias quanto à internação involuntária e à existência de uma epidemia no Brasil. O site da Revista Época ouviu os psiquiatras Ronaldo Laranjeira e Luís Fernando Tófoli, ambos responderam as perguntas:

- O tratamento de dependentes químicos deve ser focado na abstinência ou na redução de danos?
- A internação involuntária é necessária em determinados casos? - Como deve ser feita?
- Qual deve ser o papel das comunidades terapêuticas no combate às drogas?

E outras questões. Acompanhe o link: https://epoca.globo.com/laranjeira-tofoli-divergem-sobre-alteracao-na-lei-das-drogas-aprovada-pelo-congresso-23669767

Fonte: Site da Revista Época Globo

Ler 392 vezes