moodleinpad    

       

Notícias

Glossário de Álcool e Drogas

Domingo, 10 Fevereiro 2013 17:57 Publicado em ÚLTIMAS NOTÍCIAS
glossarioalcooledrogas

Folha de S. Paulo

FERNANDA TESTA COLABORAÇÃO PARA A FOLHA, DE RIBEIRÃO PRETO

Rafael (nome fictício), 17, entrou no mundo das drogas há um ano. Apesar de ter emprego fixo, traficava maconha, cocaína e crack para poder comprar bens materiais.
"Eu ia no embalo dos outros. Via os meninos com bicicleta nova, moto, roupa e eu também queria para mim. Não queria ficar para trás", diz o jovem.

Consultor Jurídico - Experimento bizarro

Por João Ozorio de Melo

Seis americanos moveram uma ação coletiva contra a Polícia de Minneapolis, que os teria obrigado a consumir drogas como parte de um experimento policial. De acordo com a ação, movida em um tribunal federal, policiais forneceram maconha e outras drogas ilegais a manifestantes do movimento "Occupy Minneapolis", moradores de rua e consumidores habituais, para estudar o comportamento deles quando drogados, de acordo com os sites Courthouse News e Star Tribune.

IG Notícias

Pesquisa baseada em respostas de diretores de instituições mostra que problema é maior no Distrito Federal

Pouco mais de um terço (35%) das escolas públicas brasileiras tem tráfico de drogas nas proximidades, segundo dados levantados pelo QEdu: Aprendizado em Foco, uma parceria entre a Meritt e a Fundação Lemann., organização sem fins lucrativos voltada para educação.

Explosão das drogas sintéticas preocupa Europa

Segunda, 04 Fevereiro 2013 19:23 Publicado em ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Exame

 A maioria destas novas "substâncias psicotrópicas que se negocia no mercado europeu de drogas ilegais" se fabrica na China e, em menor medida, na Índia

A União Europeia (UE) alertou esta quinta-feira para o forte aumento da demanda pelas chamadas drogas "de design", sintetizadas na China e que podem ser compradas pela internet, enquanto a cocaína perde popularidade, embora se mantenha, atrás da maconha, como segunda droga ilegal mais consumida.

Osmar_Terra_julho_2010_1__normalConsultor Jurídico
 
Lei de drogas - Por Jomar Martins

Aumento da pena para o tráfico de drogas e diminuição das atenuantes, para que o traficante fique fora de circulação mais tempo e não funcione como veiculador do ‘‘vírus da epidemia da droga’’. Este é o tom do Projeto de Lei 7.663/2010, que altera a legislação do Sistema Nacional de Políticas Públicas sobre Drogas (Sinad), prevista na Lei 11.343/2006. De autoria do deputado, médico e ex-secretário da Saúde do Rio Grande do Sul, Osmar Terra (PMDB-RS), o novo texto deve ser colocado na pauta de discussões da Câmara dos Deputados, nos próximos dias.

Hoje, a Lei Antidrogas prevê reclusão de cinco a 15 anos para o tráfico. O texto que será votado na Câmara, da relatoria do deputado Givaldo Carimbão (PSB-AL), estabelece aumento de pena de 1/6 a 2/3 para o tráfico de maior potencial ofensivo, como o crack.

UOL - RIO

Legalizar a produção, o comércio e o consumo das drogas no país. Esse é o objetivo da filial brasileira da Leap ("Agentes da Lei Contra a Proibição", em português), que reúne juízes, policiais civis, militares, entre outros profissionais de segurança pública. Na visão do grupo, a atual política de combate às drogas "viola a liberdade individual", segundo a presidente da Leap Brasil, Maria Lúcia Karam, e se mostra incapaz de proporcionar "a regulação e o controle" da venda e uso de entorpecentes.

Agência Câmara de Notícias

 início das operações de internação compulsória de usuários de drogas em São Paulo deve fazer com que o tema volte a ser discutido neste ano por meio de texto aprovado em comissão especial de deputados no final de 2012 (PL 7663/10). A proposta, que reúne 16 projetos em tramitação, foi relatada pelo deputado Givaldo Carimbão (PSB-AL).
Carimbão explica que o texto em discussão na Câmara diferencia internação compulsória, que dependeria de um juiz; da internação involuntária, que é apoiada em parecer médico e tem apoio da família. A proposta admite apenas a internação involuntária e trata de outras políticas públicas para a reinserção social dos cidadãos internados.

Diário de Pernambuco
AFP - Agence France-Presse
    
O governo colombiano apresentará perante o Congresso um projeto de lei para descriminalizar a posse de uma dose mínima de drogas sintéticas, anunciou nesta quarta-feira a ministra da Justiça, Ruth Stella Correa. Foto: AFP Photo

20130130160805414069i
O governo colombiano apresentará perante o Congresso um projeto de lei para descriminalizar a posse de uma dose mínima de drogas sintéticas, anunciou nesta quarta-feira a ministra da Justiça, Ruth Stella Correa.

"Devemos aceitar que a Colômbia é um país consumidor, esta também é nossa realidade, e que não podemos colocar na prisão os consumidores, mas devemos atendê-los", disse a ministra à rádio local Blu.

Âmbito Jurídico


A Quinta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) manteve a condenação de um homem acusado de roubar uma farmácia em Planaltina, no Distrito Federal. De acordo com o processo, o crime foi cometido com uso de arma de fogo e na companhia de um adolescente, o que caracteriza corrupção de menores.

Pagina 1 de 108

RELATÓRIO FINAL - II LENAD

Screen-Shot-2014-05-10-at-18.04

Resultados do II LENAD

lenadII