moodleinpad    

       

Cracolândia, reduto do PCC

Segunda, 15 Maio 2017 20:47

O Estado de S. Paulo

Situação continua a se deteriorar, sem que as autoridades tomem qualquer medida significativa

Resultado de imagem para imagem da cracolandia

A situação na Cracolândia continua a se deteriorar, sem que as autoridades municipais e estaduais – que dividem as responsabilidades pelo problema – tomem qualquer medida significativa para enfrentá-lo. Limitam-se a insistir no que vem sendo feito ou a fazer promessas que nada mudam no essencial e que todos sabem de antemão que não levarão a nada. Os choques entre dependentes de drogas, guardas civis municipais e policiais militares registrados na quarta-feira passada são a repetição de conflitos – iniciados pelos primeiros – que se vêm tornando corriqueiros e aumentam o medo e a insegurança no centro da capital.

Dessa vez tudo começou quando dois pedestres que tiveram seus celulares roubados perseguiram o bandido e se viram no meio do fluxo – como é chamada a concentração dos dependentes – e foram socorridos por agentes da Guarda Civil Metropolitana (GCM). A detenção do autor do roubo, que ao que tudo indica era um dependente, levou os outros a reagirem para protegê-lo, atacando os guardas. O reforço enviado pela GCM foi atacado pelos dependentes com paus e pedras.

Quando ficou evidente que a GCM perdera o controle da situação, policiais da Força Tática da PM intervieram. Para impedir seu avanço, os dependentes armaram barricadas e atearam fogo em pneus, colchões e pedaços de madeira, o que obrigou os PMs a empregar balas de borracha e bombas de gás lacrimogêneo. O conflito se espalhou e houve depredação, saques de lojas e até o sequestro de um ônibus. 

Tanto o estopim dos choques – a proteção a um assaltante – como os outros elementos que compõem as cenas de violência a que o centro da cidade assistiu demonstram que o que se passa já ali vai muito além de uma aglomeração de dependentes de drogas que devem ser assistidos para se afastarem do vício. É isso e muito mais. 

Ler 347 vezes
         
         

RELATÓRIO FINAL - II LENAD

Screen-Shot-2014-05-10-at-18.04

Resultados do II LENAD

lenadII